15 atividades que um Advogado empreendedor precisa desenvolver

Sabemos que a Faculdade de Direito não prepara o Advogado para a realidade do mercado. Atividades básicas de um negócio não são sequer mencionadas em sala de aula.

O susto é grande quando, depois de 5 anos de graduação e alguma experiência em um escritório grande, o Advogado resolve andar com as próprias e montar seu próprio escritório.

Não há planejamento, não faz pesquisa, não desenvolve o negócio e outros equívocos básicos de empreendedorismo que podem matar o negócio no curto prazo.

Confira nossa lista de 15 atividades que um Advogado empreendedor precisa aprender a desenvolver.

#1 | Aprender mais rápido

aprender rápido

Capacidade de aprendizado rápido. Não apenas teórico, mas, principalmente, prático. Aprender com erros, com parceiros e mentores, com a experiência, com a ação dos outros, com o concorrente, com o mercado.

# 2 | Testar antes de implementar

Testar

No início de qualquer negócio, sempre haverá várias tentativas e erros. A capacidade de implementar testes e extrair informações relevantes dos resultados criará uma base para tomada de decisões cada vez mais assertivas.

# 3 | Gestão do tempo

Gestão do tempo

O tempo de um Advogado é caro e escasso. O alto custo operacional das atividades de um escritório ensejam estratégias de gestão do tempo, otimizando o uso do tempo, padronizando rotinas, usando ferramentas de colaboração e compartilhamento de informações, estabelecendo regras de conduta, organizando o ambiente e, principalmente, estabelecendo metas de produtividade.

# 4 | Gestão estratégica

estratégia

Mais do que fazer aquele engessado planejamento estratégico (missão, visão e valores), o Advogado deve aprender a fazer de forma eficaz um desenho estratégico mais ágil.

Gestão estratégica é o desenho e acompanhamento do desenrolar das atividades e projetos do escritório: estabelecer objetivos, metas e indicadores, definir caminhos, recursos e pessoas, monitorar, acompanhar, auxiliar e analisar resultados.

# 5 | Gestão de processos

processos

Aprender a fazer gestão de processos (não no sentido de processo judicial) é fundamental, mesmo para Advogados que trabalham sozinhos.

Os processos são a sequência de atividades necessárias para se atingir um resultado desejado, da melhor maneira possível. Processos precisam ser definidos, desenhados e compartilhados com todos.

Na realidade dos pequenos escritórios, há vários processos que podem ser pré-definidos: atendimento ao cliente, produção jurídica, diligências, pesquisa e peticionamento, cobrança, pós-venda, marketing, etc.

# 6 | Gestão de informações

informação

A gestão de informações consiste no processo de fazer a informação certa chegar até à pessoa certa, no momento certo, para que as decisões mais eficientes sejam tomadas. E-mail e editor de textos já estão superados como ferramentas de gestão de informações.

O Advogado tem que aprender a usar a Tecnologia da Informação de forma mais inteligente, tanto para armazenar e buscar informações, quanto para processá-las e compartilhá-las com a equipe.

Em tempos de Processo Judicial Eletrônico, a possibilidade de automatizar rotinas e tarefas por meio de aplicativos e ferramentas pode ser uma excelente saída para diminuir seus custos e ganhar tempo.

# 7 | Desenvolvimento do Negócio

desenvolvimento do negócio

O desenvolvimento do negócio cumpre pelo menos 3 etapas distintas: a pesquisa e análise de mercado, a criação do modelo de negócio e a implementação do modelo criado.

Esta é uma atividade ainda pouco explorada na Advocacia. Muitos acreditam que só exista um modelo de negócio possível na Advocacia (contencioso + diligências), o que engessa o profissional e o cega para as múltiplas alternativas que se apresentam no mercado para Advogados empreendedores.

# 8 | Criar Produtos Jurídicos

Produto jurídico

O produto jurídico é um conjunto de atividades que resolve um problema ou atende uma necessidade específica de um cliente pré-definido. A habilidade de criar produtos jurídicos exige do Advogado saber definir um perfil de clientes específico, de ofertar soluções personalizadas e padronizadas, focadas na perspectiva do cliente, não do Direito.

# 9 | Formar parcerias estratégicas

Parceiros

Sozinho é mais fácil, mas acompanhados, vamos mais longe!  Formar parcerias não é fácil, principalmente aquelas que agreguem valor e sejam benéficas para ambas as partes. Uma boa parceria pode viabilizar seus projetos mais arrojados e superar as dificuldades da falta de tempo, orçamento e de pessoal.  Acredite, sozinho você não vai conseguir alçar vôos mais ambiciosos na Advocacia. Planos de crescimento devem ser acompanhados de bons parceiros.

# 10 | Gestão Financeira

desenvolvimento do negócio

Esse é um dos grandes gargalos de empresas, organizações e profissionais liberais em todo o Brasil: má gestão financeira!  Saber controlar o fluxo de caixa, gerar um demonstrativo de resultados do exercício,  fazer lançamentos e conciliação bancária, precificar os serviços conforme custos operacionais detalhadamente contabilizados são tarefas básicas para a saúde financeira do seu escritório. Este é um tipo de atividade que vale a contração de uma boa consultoria ou o investimento em cursos ou treinamentos.

# 11 | Pesquisar e ouvir clientes

pesquisa com clientes

Acreditar que você entende o que o cliente pensa sobre seu serviço é um erro grave. Por mais experiência que tenha com eles, o conhecimento sistemático do cliente demanda investigação. Escute seu cliente através de processos mais estruturados: entrevistas, questionários, pesquisa de satisfação, monitoramento de redes sociais. Descubra quais são os problemas e dores por trás das necessidades aparentes ou dos desejos manifestos.

# 12 | Ser didático

didático

Saber falar a linguagem do cliente e traduzir o Direito para pessoas sem formação jurídica é o cerne do trabalho de comunicação de qualquer Advogado. Um profissional com uma boa didática amplia o alcance de sua fala para todos. Tem mais acesso à imprensa, faz um marketing jurídico melhor, escreve artigos mais atrativos para o marketing digital, constrói autoridade com o cliente com mais facilidade, rebate objeções com mais facilidade no momento de fechar o contrato.

# 13 | Fazer marketing digital

Marketing jurídico digital

Marketing digital não é apenas escrever artigos para blog ou fazer postagens nas redes sociais. É necessário desenvolver uma estratégia para conquistar resultados com a Internet.  O internauta passa por várias etapas de conquista através das mídias digitais, e o Advogado tem que aprender a produzir o conteúdo certo, para o momento certo. É preciso entender os caminhos tomados pelo cliente em sua jornada. O Inbound Marketing é a estratégia mais indicada para Advogados que buscam conquistar seus clientes através da Internet.

# 14 | Saber fechar um contrato (vender)

Vender

E de nada adianta desenvolver todas as habilidades, se no momento crucial, aquele no qual você se encontra cara a cara com o cliente, não consegue vender o seu serviço. Por outro lado, tenha consciência que o processo de venda de um serviço não se inicia no encontro com o cliente. Se ele está sentando junto a você, já passou por várias etapas de decisão e está pronto para fechar o contrato (ou rejeitar a sua proposta). A ideia aqui é tentar “matar” as últimas objeções, sejam elas relativas ao preço dos serviço, seja com relação à confiança em você ou nos resultados e benefícios do serviço a ser prestado.

Anúncios

6 comentários em “15 atividades que um Advogado empreendedor precisa desenvolver

Adicione o seu

Vou ficar muito feliz com seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: