Para que serve um gestor num escritório de Advocacia?

O tema da gestão legal está em alta, num momento que Advocacia brasileira enfrenta uma crise econômica que afeta os seus negócios e a concorrência beira as raias do absurdo.

Muitos escritórios de pequeno e médio porte começam a cogitar a contratação de gestores jurídicos para cuidar dos aspectos corporativos que envolvem o trabalho de uma banca de Advogados.

Mas, o que faz um gestor jurídico? Será que os escritórios de pequeno porte têm condições de contratar um profissional que assuma a função de gestor jurídico?

Vamos, primeiro, entender o que é um gestor

Para que serve gestor jurídico

Gestor é a pessoa responsável pelo trabalho de planejamento, orientação, acompanhamento, controle e análise das atividades de uma organização.

Em outras palavras, o gestor faz o seguinte:

coordena o processo de planejamento das estratégias da organização;

orienta a equipe sobre como os planos devem ser executados;

acompanha a execução dos planos;

propõe medidas corretivas e de controle quando as coisas começam a sair do rumo programado;

analisa os resultados obtidos, gerando dados confiáveis para tomada de decisões;

revisa planos e propõe mudanças nas atividades.

Note que eu não falei em nenhum momento que o gestor executa alguma atividade.

A sua função é estratégica, não de execução.

Infelizmente, já vi muito escritório contratar um gestor para assumir rotinas e atividades do escritório, tais como atendimento ao cliente, acompanhamento de processos, arquivamento, serviço de fórum.

O problema é que esse gestor não terá tempo para pensar e agir estrategicamente, e o escritório perderá a oportunidade de aproveitar a expertise do profissional contratado.

Mas, isso funciona para escritórios pequenos?

Para a realidade de escritórios de pequeno porte ou de advogados liberais, a figura do gestor parece ser um excesso de funções que não se justifica.

O custo da contratação aumenta significativamente nas despesas do escritório.

Um bom gestor pode sair mais caro do que um bom Advogado.

Mas, isso não significa que, em alguma medida, a gestão não caiba aos “pequenos”.

Se os profissionais saírem da zona de conforto, abandonando a postura de executores e assumindo um comportamento mais estratégico, é possível imaginar gestão até mesmo para quem trabalha sozinho.

Abandonar a zona de conforto significa, entre outras coisas, aprender a ser mais produtivo, fazer gestão mais inteligente do tempo e, principalmente, aprender como fazer gestão.

Numa realidade menos complexa, um pouco de gestão financeira, de marketing e de processos, por exemplo, faria muito bem ao escritório de pequeno porte.

Vamos pensar um exemplo prático?

Imagine a realidade de um pequeno escritório, com 3 advogados, um estagiário e uma secretária.

Um dos advogados poderia assumir a figura de gestor de marketing jurídico, se responsabilizando pela manutenção do site e a produção de conteúdo para o Blog, criando os planos estratégicos para promoção do conteúdo na Internet e pela interação com a audiência gerada, fazendo campanhas no Google Adwords, etc.

Outro pode fazer a gestão financeira, estudando o básico de finanças para criar planos de controle, escolhendo as melhores ferramentas, acompanhando o fluxo de caixa, antecipando contingências, gerando relatórios para comunicar a saúde financeira do escritório aos colegas, etc.

E, finalmente, o terceiro poderia cuidar da gestão jurídica propriamente dita, ou seja, criar estratégias processuais e acompanhar as rotinas ligadas às causas e ao atendimento dos clientes.

Não é algo de outro mundo, tendo em vista que o menor volume de clientes torna a gestão proporcionalmente menos complexa.

O que não dá é continuar fazendo mais do mesmo.

Mesmo porque, quem faz a mesma coisa sempre, tem que se satisfazer com os resultados que sempre obteve!

Leia também o artigo “Devo contratar um gestor para meu escritório?”, clicando aqui.

Vou ficar muito feliz com seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: